Compartilhar

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on print

ACM Neto seria reeleito no 1º turno em 2016, aponta pesquisa Bapesp

O atual prefeito de Salvador, ACM Neto (DEM), seria reeleito em 1º turno com 69% das intenções de voto, de acordo com levantamento realizado pelo Instituto Babesp, entre os dias 15 e 18 de novembro de 2015. O percentual é referente à pesquisa estimulada, quando são citados os nomes de prováveis candidatos. De acordo com o levantamento, o deputado estadual Sargento Isidório (Pros) ficaria na segunda colocação como opção para 8% da população, seguido pelo senador Walter Pinheiro (PT) com 6%. A senadora Lídice da Mata (PSB) pontua com 5% e a deputada federal Alice Portugal (PCdoB) apresenta 2% das intenções de voto dos 1.001 entrevistados. O ex-deputado federal e superintendente do Procon, Marcos Medrado, surge com 1%. Nulos ou não souberam responder correspondem a 4% cada.

Levantamento estimulado aponta liderança de ACM Neto na corrida eleitoral de 2016

Quando a pesquisa não cita nomes de potenciais candidatos, o prefeito ACM Neto lidera com 40,8% das intenções de voto. Nesta condição, são citados nomes como o deputado federal Antonio Imbassahy (PSDB), a senadora Lídice da Mata, o secretário estadual de Turismo, Nelson Pelegrino (PT), e o governador Rui Costa (PT) por 0,1% cada – uma pessoa de prenome Santo também aparece com o mesmo percentual. Não souberam responder 58,1% dos eleitores entrevistados e apenas 0,6% votariam nulo, segundo o levantamento da Babesp. Quando são analisados os índices de rejeições de políticos que podem vir a ser candidatos a prefeito, o ex-deputado Marcos Medrado lidera com 16%, seguido de perto pelo prefeito ACM Neto, com 14%. Lídice da Mata apresenta rejeição de 11%; Sargento Isidório de 9%, Walter Pinheiro de 6%; e Alice Portugal de 2%.

Compartilhar

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on print

VEJA MAIS

COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.